09 Fev 2017

Day 21 — Someone you judged by their first impression

30 days letter challenge

Metida, essa foi a primeira impressão de você, sentada em um restaurante, almoçando com o namorado. Foi ali que te conheci, pensei, nossa, que menina irritante, o que eu to fazendo aqui? Isso foi até descobrir seu gosto por festas, seu lado família e gosto por ficar em casa e ver um filminho.

Você tem uma personalidade marcante, não é todo mundo que gosta. Não que você não seja legal, é que você não deixa ninguém se aproximar. Talvez seja trauma, ou apenas seletiva demais com seus amigos. É difícil você se abrir e mais difícil ainda saber o que você está pensando.

Da menina fútil que eu achei que era, você não tem nada. Não posso culpa-la pelo gosto de coisas boas, sejam elas caras ou baratas. De metida, você só tem pinta, mas não te culpo, no seu lugar, talvez eu fizesse exatamente isso se estivesse no seu lugar.

É difícil pra mim ficar sozinha com você, morro de medo hehehe, sei lá, acho que estamos em uma posição desconfortável, pelo menos pelos primeiros minutos, nunca sei o que falar, e ai normalmente falo demais e as vezes acho que te incomodo. Mas como disse, é bem difícil saber o que você está pensando. Talvez que você deve gostar de mim, pelo menos um pouco, afinal, você não sai dos lugares assim que eu chego e nem desconversa, e considerando que quando dá saímos pra jantar. Posso considerar isso uma evolução?

Acho que minha primeira impressão foi um tanto quanto errada, e por mais que as vezes ainda tenha essa impressão, sei que é só seu mecanismo de defesa e que na realidade, você é uma pessoa muito amorosa, de bem com a vida e de papo fácil.

#
1 ComentárioPostado por: Mari Helou
02 Fev 2017

Day 20 — The one that broke your heart the hardest

30 days letter challenge

Você que uma vez roubou meu coração,

Você não faz a menor ideia do quão bem que me fez, por tantos anos foi a melhor parte da minha vida, por quase uma vida, você esteve presente, você chegava, devagarinho e a tristeza ia embora, você tinha um jeito todo seu de me dizer que tudo ia ficar bem, estávamos juntos, mas não estávamos juntos, não importava realmente, porque você era a pessoa mais importante pra mim até o dia que decidiu não ser.

Eu não sei o que eu fiz, ou o que deixei de fazer, mas de uma hora para outra, você simplesmente não estava mais lá. Acho que não faz a menor ideia de como isso me desestabilizou, como a sua ausência acabou comigo, eu tive que aprender a me levantar, a caminhar e a sorrir tudo de novo, simplesmente, porque você decidiu que não estaria mais comigo.

Então, depois de tantos anos, você chega, fala tudo que eu queria ouvir e mais um pouco, me faz me sentir de novo a pessoa mais feliz do mundo, para simplesmente dizer que eu sou louca, e desaparecer novamente. Não existe uma parte de você que realmente se apaixonou por mim, ou que chegou a gostar de mim? Acho que não, foi tudo minha imaginação.

Sabe, eu não me arrependo de praticamente nada, mas me arrependo de ter confiado em você com a minha vida, de ter permitido que voltasse e que me fizesse abrir toda a ferida que levei anos para cicatrizar. Isso não foi justo, não foi nem ao menos respeitoso da sua parte. Não me arrependo de ter tido aqueles poucos minutos com você, de ter visto o quão bem você estava, mas me arrependo de ter acreditado nas suas mentiras, me deixado levar por suas palavras, me arrependo porque de novo, você rasgou meu coração, me arrependo porque de novo eu deixei você fazer isso.

É como se nosso destino estivesse ligado, e a cada vez que eu me curo e me liberto de você, você me arrasta de volta dizendo que tudo ficará bem, que está aqui comigo, e então, desaparece, me deixa mais vulnerável que antes, completamente perdida e desesperada.
Como alguém pode ser tão cruel com alguém que diz amar? Com alguém que diz ser importante na sua vida? Eu realmente não entendo, mas espero que na próxima vez, eu consiga me proteger.

Já não sei quantas vezes mais aguento sentir meu coração sendo consumido pelos momentos que um dia significaram tudo para mim. Por favor, se tiver um pingo de carinho por mim, não volte, não venha oferecer tudo, para me deixar sem nada, não deixe que as lembranças do que eu achei que tivemos voltem a me assombrar.

Okay, eu sei, eu sei, fiquei quase 1 mês sem escrever, e ta errado, pelo menos na lógica e sequencia do desafio, mas gente, vamos lá, sou humana, e mais importante, estive viajando :) Era férias vai! da pra entender! hehee Inclusive, depois vou fazer um post falando delas, que foram incriveis, pena que acabaram. Por mim, eu teria férias uma vez por mês! Ia ser demais! hehehe E eu ia a falência, mas no atual momento de saudosismo pós-viagem, I don’t care! hihihi

#
Sem ComentáriosPostado por: Mari Helou

Postagens recentes

    yule

    Em homenagem ao homem mais doce que já conheci

    E é com pesar que num dia tão bonito eu venha escrever essas palavras. Parte de mim se perde, muitas das nossas memorias pouco a pouco desaparece. Consolo, tristeza, inquietação se misturam em um nó. Aos poucos espero que as lagrimas os desatem. Fico aqui pensando em todas as vezes que não tive paciencia, que […]

    Leia Mais

    30days-quadrada

    Day 21 — Someone you judged by their first impression

    Metida, essa foi a primeira impressão de você, sentada em um restaurante, almoçando com o namorado. Foi ali que te conheci, pensei, nossa, que menina irritante, o que eu to fazendo aqui? Isso foi até descobrir seu gosto por festas, seu lado família e gosto por ficar em casa e ver um filminho. Você tem […]

    Leia Mais

    30days-quadrada

    Day 20 — The one that broke your heart the hardest

    Você que uma vez roubou meu coração, Você não faz a menor ideia do quão bem que me fez, por tantos anos foi a melhor parte da minha vida, por quase uma vida, você esteve presente, você chegava, devagarinho e a tristeza ia embora, você tinha um jeito todo seu de me dizer que tudo […]

    Leia Mais